www.sisgracom.com.br Suporte Técnico Principal
  Sobre
  Publicidade
  Contatos
  Sugestões
  Recomende
  Certificados
  Storage
  Redes
  Sistemas
  Sites
  Ecomerce
  Desenvolvimento
  Web Services
  Produtos
  Parceiros
  Privacidade
Web Services


 Como e por que Aplicar

   É evidente que nenhuma empresa existe isolada. Todas têm obrigatoriamente relações comerciais e este relacionamento é o motivo da existência das mesmas. Então, devemos considerar que é mais do que desejável que se criem mecanismos para que isto aconteça da melhor forma possível, com velocidade e segurança. Boa parte desta tarefa pode ser feita através de Web Services.

   Vamos pensar talvez no caso mais óbvio: gestão de estoques. Se utilizarmos Web Services para este trabalho, podemos obter desde um simples "controle de estoque" da geladeira doméstica, até de grandes varejistas, por exemplo. Pode-se controlar o estoque dos alimentos de uma geladeira, gerenciados automaticamente através do código de barras (no caso de alimentos sem código de barras, é necessário que se digite o código), e o Web Service instalado na geladeira, equipada com Windows CE, leitora de códigos de barras e conexão com Internet, solicita automaticamente ao supermercado de preferência, os alimentos que estão com o "estoque" baixo na data em que a pessoa tiver escolhido para regularização do abastecimento da casa. Nada disso faz parte de um "admirável mundo novo". A geladeira já existe na Europa e logo a teremos no Brasil. Podemos ampliar este exemplo para bares, restaurantes ou hotéis onde o sistema ao invés de simplesmente comprar, vai poder fazer cotações, e efetuar a compra no melhor fornecedor, utilizando Web Services e regras de negócio muito simples.

   Outro exemplo para o uso de Web Services seria a cobrança bancaria. Hoje um título de cobrança só pode ser pago em qualquer banco até a sua data de vencimento, após isso somente no banco que deu origem ao titulo junto à empresa. Este problema existe em virtude de não termos até o momento uma forma dos bancos se comunicarem de maneira rápida e segura, com regras comuns. Se estabelecermos Web Services de cobrança entre bancos com um padrão para que as instruções de cobrança possam ser informadas com facilidade, todo o sistema se tornará muito mais eficiente.

   As questões deixam de ser tecnológicas e passam a ser políticas. O problema passa a ser somente de entendimento entre as partes envolvidas. Os preços, tanto dos equipamentos, quanto dos softwares envolvidos, são acessíveis. A relação custo beneficio passa a ser totalmente favorável.

   Bem, se já estamos neste ponto, o que precisamos fazer para cumprir nossa parte como desenvolvedores?

   Quando pensamos em nos comunicarmos com qualquer tipo de empresa, temos necessidade de pensar em uma forma de trabalhar com um grande número de plataformas. Para cada plataforma tem-se tradicionalmente criado seus próprios protocolos, geralmente de natureza binária, para integração máquina-para-máquina (não aplicativo-para-aplicativo). Como resultado, aplicações que trabalham entre plataformas, geralmente apenas compartilham os dados. Com o reconhecimento dessas limitações, houve um "empurrão" para formação de um formato padrão para troca de dados. Esse "empurrão" nos impulsiona para uma visão que rapidamente nos envolve em um novo paradigma da computação: a "seamless". Uma rede integrada de serviços além das barreiras tradicionais de hardware e software.

   No coração dessa visão está o conceito de operabilidade conjunta, ou seja, a capacidade de sistemas diferentes se comunicarem e compartilhar dados "seamlessly", sem estarem ligados entre si. Este é o objetivo dos Web Services. Um Web Service é uma aplicação lógica, programável, acessível, que usa os protocolos padrão da internet, para que se torne possível a comunicação transparente de máquina-para-máquina e aplicação-para-aplicação.

   Para desenvolvermos um Web Service utilizamos tecnologias pensadas sob esta visão, como o SOAP (Simple Object Access Protocol), WSDL (Web Service Description Language), e HTTP (HyperText Transfer Protocol), usadas para passar mensagens através das máquinas. Através desses dutos de informação levaremos soluções inteligentes de web-services implantadas para a sua empresa desenvolvendo aos seus negócios.